Recent Posts

Homemade duck prosciutto / Presunto caseiro de pato / Jamón casero de pato

Recipe source: http://lacasitaverde.blogspot.com/


Ingredients
1 magret of duck
500 g rock salt
freshly ground pepper

1 In an air tight container, pack the duck breast completely covered in rock salt and allow to cure for 12 hours. Keep refrigerated.
2 Once the 12 hours was complete, the duck was removed from the salt and carefully cleaned with a clean cloth.
3 Sprinkle the duck breast with freshly ground pepper.
4 Wrap the duck breast in cloth (cotton gauze) put it back in the air tight container and store it in the fridge. Leave it to cure for 2 or 3 weeks.

Fonte da receita: http://lacasitaverde.blogspot.com/
Ingredientes
1 magret de pato
500 gr de sal gordo
Pimenta moída na altura

1 Dentro de um taperware colocar uma camada de sal, o magret por cima e tapar com outra camada de sal. Colocar na parte debaixo do frigorífico e deixar repousar durante 12 horas.
2 Retirar o magret do sal e limpar bem com um pano.
3 Cobrir o magret com a pimenta recém moída.
4 Enrolar numa gaze de algodão e deixá-lo na parte baixa do frigorífico durante 2 ou 3 semanas dependendo da grossura do magret.

Receta sacada de: http://lacasitaverde.blogspot.com/
Ingredientes
Un magret de pato
500 grs de sal gorda
Pimienta recién molida

1 Meter el magret en un tapperware o recipiente con tapa y cobrirlo completamente con sal. Meter en la nevera durante 12 horas.
2 Limpiarle bien la sal con un paño.
3 Cubrir el magret completamente con pimienta negra recién molida.
4 Envolver el magret con una gasa de algodón y dejarlo en la parte baja del frigorífico durante 2 o 3 semanas dependiendo del grosor del magret.


Print / Imprimir receita / Imprimir receta

24 comments:

EU MULHER said...

Ana querida, você pode me passar uma fatia por favor? rsrsrs
Estou aqui quase me tele transportando só para comer esse presunto de pato.

Beijos

Sara said...

I've always wanted to try duck prosciutto, you are so talented!

Ana said...

Ana, nuca lo he probado este jamón casero de pato...aquí se come mucho el jamón serrano que se hace curando la pierna del cerdo, y está exquisito. Este se vé con una cara buenisima, seguro que resulta un bocado muy rico. Besos.

BETO said...

Oi Ana, adorei sua visita ao meu blog. Obrigado . Agora que conheço esse seu lindo blog, vou voltar sempre, ok? Beijos.

Luísa Alexandra said...

Venho retribuir as tuas visitas ao meu blog.
Tens aqui um cantinho fantástico!
Parabéns

mesa para 4 said...

Que rico o teu presunto...beijinho

sandra maria said...

Deve ser muito saboroso, o tempo de preparação vai lá vai, mas deve compensar o sabor!!! beijinhos**

recetasdemama.es said...

Te ha quedado genial..¡¡

Mary said...

Presunto de pato é uma novidade para mim, mas tem um aspecto delicioso! :)

Marymary said...

Me encantan las cosas asi como en salazon. Muy buena pinta.
Besitos wapa

Pam said...

I'll be sending this recipe on to my father who loves duck. Great post.

Rosa said...

Pues en cuanto pueda comprar un magret voy a preparar uno, pues me encanta el jamón de pato.
Un besito wapa y gracias por la receta

ameixa seca said...

Adoro estas carninhas de fumeiro :) Tem um aspecto lindo!

Malar Gandhi said...

Oh my my...I love duck meat. This is an interesting recipe...a must try one. Love it. I generally make a curry dish or roast duck. This sounds new to me, great job, buddy.

[[Nutella]] said...

hello. thanks por seguir mi blog de narriha llena corazon contento, espero entiendas el espaniol y es muy buena tu receta de pato..gracias...saludos desde mexico

Rosa's Yummy Yums said...

Oh, delicious! I still have to test that speciality one day... Yummy!

Cheers,

Rosa

Maria Jose said...

Hola Ana!! vaya pinta buena que te ha quedado este jamon de pato...parece de restaurante de cinco tenedores...ummmm

Dolça said...

Ana, yo he hecho un lomo que me copie de garbancita, y ahora veo este jamón de pato, QUE TAMBIÉN VOY A HACER: Gracias.
PTNTS
dolça

Kako said...

Wuauuu, te pasate Ana, quedó espectacular y ademas original, muy bien explicado,
Besos

Nuno Miguel said...

Qurerida Ana a tua receita está um must...obrigada por trazeres as minhas bifanas.Um beijo:*))

Jamie said...

Wow! This looks so incredible! I love duck breast, and this looks really good!

Anonymous said...

Maravilhoso e tem uma cara fantástica.
Vou tentar fazer em casa.
Queria saber quer Parte é essa do pato e se é possivel fazer com o pernil ( de porco ).
Parabéns

Ana Powell said...

Esta resposta é para o anónimo/a que comentou no dia 16 Junho ás 4:24am.
"Magret" é um termino de origem Francesa e remete especificamente ao peito de pato-real ou pato Bárbaro e que foi especificamente alimentado para a produção de foie gras.
Eu pessoalmente nunca curei carne de porco somente magret de pato e estamos a falar de 400 g de carne.
Os processos de cura podem ser feitos com sal, fumaça, ou usando ambos. Os embutidos podem ser cozidos, meio-cozidos ou não cozidos. O que muda de país para país são os temperos usados e o tipo de carne e a alimentação do animal influi no produto final. No caso de se curar pernil de porco, normalmente este é curado a seco por um período com pesos e depois de maturado por um período longo de tempo, em alguns casos até um ano o presunto é então mergulhado em água morna para amaciar a pele. Depois é novamente seco e armazenado por algum tempo antes de ser fatiado e degustado.
É necessário saber curar bem a carne para que não haja o crescimento de bactérias. A fabricação dos presuntos se faz por etapas - salga, defumação, secagem, condimentação, maturação.
O segredo da boa qualidade está na maneira de preparar o curamento mas, sobretudo, na raça do animal.
A carne destinada ao presunto é pendurada, até que todo o sangue escorra. Em seguida, cobre-se com camada grossa de sal; permanecendo assim, a carne, por 14 dias. Depois são lavados e armazenados, por 6 semanas, em local fresco (entre 6º a 8ºC) que mais parecem adegas. Inicia-se então o processo da cura. Para tanto pendura-se o presunto, com cordas ou ganchos, em secadouros (secaderos). Sendo a entrada de ar fresco, regulada segundo o clima, com dispositivo especial. Essa carne então "transpira", chegando a perder até um terço de seu peso inicial. Depois as peças vão para local com temperatura ainda menor, onde ficam penduradas por mais 14 meses.
Esse tempo é necessário para que o fungo Penicillium roquefortis, o mesmo do queijo roquefort, possa cobrir a carne - produzindo sabor e aroma característicos do presunto. Nesse ponto um "calador" faz a prova, espetando o "punze" (objeto pontiagudo, feito de osso ou chifre) em várias partes do presunto, retirando pedacinhos da carne. Se tiver as qualidades exigidas, fica ainda mais algum tempo curando. Quando não, é logo posta de lado. Todo o processo de preparação e cura dura, em média, 30 meses. Depois de pronta, a peça terá entre 6 a 8 quilos. Com gordura marmorizada em toda a carne. Nasce então o presunto, uma das mais saborosas carnes do mundo. Especialmente quando for pata-negra. Mas como a perfeição não existe, há neste presunto só um defeito. E grande. O preço.
Se estiver a falar de uma peça pequena de porco é questão de intentar, possivelmente será uma das minhas próximas aventuras culinárias.
Obrigada pelo comentário e volte sempre.
Ana x

Loladealmeria said...

Ana he curioseada un poco, como siempe hago y he encontrado esta receta tan estupenda. te escribo para decirte que me la lelvo porque me ha encantado. Espero hacerlo bien. Ya te contare.
Bsss desde Almeria.

Post a Comment

Many thanks for taking the time to visit Magic Flavours and more than that, being caring enough to write me yours comments, views and suggestions.
Thanking you all and please come back again x

Muito obrigado pelo tempo tomado em visitar Magic Flavours e para além disso a cortesia que tiveram ao deixar-me as vossas opiniões e sugestões que eu adoro lêr.
Voltem sempre x

Muchas gracias por tomarte el tiempo en visitar Magic Flavours y por la cortesía de dejarme tus opiniones y sugerencias que me encantan leer.
Hasta pronto x